Jardins Garcia d'Orta

Talhão de Goa

Um tanque em mármore recebe água a partir de um canal que atravessa este jardim, bem como um pavilhão em madeira de onde poderá apreciar a vegetação - destacando-se as laranjeiras trazidas da China pelos portugueses, bem como as palmeiras, que lhe dão um ar tropical.

A ilha de Goa - representativa da região Indo-Malásia - está presente através da densa vegetação de palmares e uma enorme variedade de arbustos e árvores tropicais.

Neste jardim, as plantas mais pequenas aludem à medicina, como o durião (Durio zibethirus), o camomim (Murraya exotica) e as laranjeiras, ou ao uso milenar hindu de árvores como a Areca catechu e a Michelia champaca. Os arbustos e as palmeiras relembram ambientes tropicais, como a Caryota urens, a mangueira (árvore da manga) e o hibisco, ou o simbolismo religioso associado às plantas, como o Ficus religiosa e a Nycthantes arbor-tristis.

As grandes árvores frondosas completam, com a sua sombra, o bem-estar e a calma que se vive nos jardins da Índia. São a Melia azydarach, a Erythrina variegata (syn.indica), o Ficus benghalensis (sync.indica) e as suas galáxias de flores vibrantes, de cor e aroma.

Fonte: O Livro Verde - Expo 98

Specifications

  • Gomes da Silva/Instituto Superior de Agronomia - Global
Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.