Planeamento

O projeto inicial do Parque das Nações deu oportunidade à criação de uma cidade nova, onde a arquitetura, nas suas mais variadas expressões, tem o seu máximo expoente.

Exemplos disto são edifícios como o Pavilhão de Portugal, o Pavilhão Atlântico, o Oceanário, o Teatro Camões, a Torre Vasco da Gama, a Gare do Oriente e a Feira Internacional de Lisboa.

PP

Houve, no entanto, a preocupação de localizar as âncoras urbanísticas da nova centralidade da cidade de Lisboa, que é o Parque das Nações, de acordo com os seguintes fatores:

• Acessibilidade central à rede intermodal de transportes a fim de incentivar a utilização do transporte público e viabilizar a utilização pedonal da área central do Parque das Nações onde se realizou a Exposição Mundial;
• Garantia de animação urbana pela localização de equipamentos que originam procura concentrada e diversificada da população, ao longo do ano;
• Contribuição através da singularidade e qualidade arquitetónica desses edifícios para a valorização e consolidação de uma nova imagem urbana;
• Contribuição destes edifícios para uma nova relação com a frente ribeirinha.

Âncoras Urbanísticas:

• Oceanário de Lisboa
• Centro Vasco da Gama
• Feira Internacional de Lisboa
• Pavilhão Atlântico
Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.