Projetos Integrados de Requalificação Ambiental

A intervenção realizada no Parque das Nações foi efectuada tirando o máximo partido da integração das operações de requalificação ambiental que houve necessidade de levar a cabo na zona, nomeadamente:

  • Demolições/Reciclagem de Materiais
  • Solos das petrolíferas/Aterro Sanitário de Beirolas
  • Transplantes
  • Preparação de Terra Vegetal

Dessa integração, a qual foi equacionada ao nível de projeto e à medida que foi sendo detalhado o conhecimento dos problemas ambientais existentes, resultaram efeitos favoráveis no decorrer da fase de construção, não só em termos económicos mas, acima de tudo, com consequências positivas enquanto minimizadores dos incómodos que uma obra desta envergadura poderia ter junto das populações vizinhas.

Complementarmente e logo no início da intervenção, a Parque Expo dotou-se de um Plano de Monitorização Ambiental o qual permitiu confirmar o sucesso e a dimensão da requalificação ambiental operada no Parque das Nações.

Este Plano de Monitorização permitiu assim detetar eventuais disfunções ambientais residuais ou inesperadas (acidentais, não identificadas anteriormente, etc.) tornando possível, em tempo útil, o estudo e adoção das medidas necessárias para corrigir ou eliminar essas disfunções.

O acompanhamento da evolução de vários descritores ambientais ao longo do tempo possibilitou igualmente assegurar a manutenção de condições adequadas à proteção do ambiente e da saúde pública.

O Plano de Monitorização Ambiental desenvolvido para a totalidade da área do Parque das Nações abrangeu inicialmente os seguintes descritores ambientais: qualidade dos solos; águas subterrâneas; águas superficiais e sedimentos; poluição atmosférica; ruído; geotecnia.

Após a EXPO'98 manteve-se o Plano de Monitorização Ambiental de modo a garantir a continuidade de uma adequada qualidade ambiental no Parque das Nações.

Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.