Susumu Shingu

Reflexo do céu, navegante

As enormes pás em aço inox desta escultura reflectem diversos pontos do céu, ao movimentarem-se sob a acção do vento, do alto dos seus 6 metros.

Susumu Shingu nasceu em 1937 em Osaka, no Japão. Depois de se graduar pela Universidade das Artes de Tokyo em 1960, estudou em Roma, na Universidade das Belas Artes.

Escultor, investigador e filósofo da natureza, Susumu Shingu criou e instalou esculturas monumentais à volta do mundo, movidas pelas forças e fluxos da natureza – vento, água e gravidade.

A sua investigação sobre o movimento é baseada na sua observação dos elementos da natureza, bem como no funcionamento do corpo humano. É também apoiada pelos seus conhecimentos tecnológicos e o uso adequado de materiais inovadores.

Todo o seu trabalho demonstra que devemos seguir esses ritmos naturais para redescobrir a harmonia entre o nosso ser interior e os fenómenos naturais, chegando à conclusão que partilham vitalidade.

Shingu colaborou com arquitectos, coreógrafos e designers como Renzo Piano, Tadao Ando, Jiri Kilián and Issey Miyake. A sua criatividade vai para além das esculturas – também escreve, faz espectáculos de teatro e livros ilustrados.

Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.